in ,

Familiares de vítimas de incêndio são barrados no CT do Flamengo

Neste sábado (8), dia que marca um ano do incêndio no Ninho do Urubu, familiares de algumas das dez vítimas foram ao local da tragédia para homenagear os garotos.

Debaixo de sol forte no Rio de Janeiro, amigos e parentes de Christian Esmério, Jorge Eduardo e Pablo Henrique se reuniram no centro de treinamento do Flamengo. Com flores brancas e velas, apenas os familiares de Pablo entraram. Os seguranças acompanharam o grupo e impediram fotos. O restante das pessoas ficou do lado de fora, pois o clube informou que elas não haviam feito um pedido prévio.

Não havia representantes da diretoria do Flamengo no local, e aqueles que quiseram entrar nas
dependências rubro-negras tiveram de esperar a liberação dos responsáveis pela portaria, que não
permitiram o acesso.

Até a entrada na recepção foi vetada, o que revoltou os presentes. Na véspera, Reinaldo Belotti, CEO do clube, havia restringido o horário para a cerimônia. Diante da repercussão negativa imediata, o executivo mudou de ideia e disse que bastava combinar um horário pré-determinado.

“Se eu pudesse, nem colocava meus pés aqui. Eu vim acender uma vela para o Jorge e parece que
estou aqui

 » Read More

Report

What do you think?

Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Loading…

0

Cleaning Services Bronx NYC (www.servcoind.com)

My New Experience