in ,

Com futebol parado, atletas vão para casa sem saber quando retornar

O futebol brasileiro está praticamente parado por causa da pandemia de coronavírus, e ninguém sabe até quando permanecerá assim.

Após a CBF suspender no domingo (15) todas as competições nacionais, nesta segunda-feira (16) foi a vez de as principais federações estaduais –exceto a baiana e a pernambucana– decidirem paralisar seus torneios. Em São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Paraná e Santa Catarina a bola deixará de rolar.

Após a paralisação das séries A1, A2 e A3, do torneio feminino e das categorias de base do Campeonato Paulista, a maioria dos atletas e funcionários foi ou será liberada das atividades de seus clubes. Eles deverão ir para suas casas e tomar os devidos cuidados para evitar contaminação.

O Palmeiras, por exemplo, disponibilizou uma cartilha para os funcionários com instruções de higiene e precaução, orientou para que fiquem em casa, evitem aglomerações e não viajem ao exterior.

Também deixou os médicos do clube à disposição, caso seja necessário, anunciou que fará um programa de tratamento especial para atletas lesionados e disponibilizou um programa de treinamento individual para que seus jogadores mantenham a forma durante a pausa.

São Paulo, Corinthians e Santos também suspenderam suas atividades. Os três disseram que os jogadores devem comparecer aos centros de treinamento nesta terça (17) para receber mais instruções.

  • Ao vivo: Acompanhe todas as informações sobre a pandemia de coronavírus
  • Veja principais eventos esportivos afetados pelo vírus em todo o mundo

s são-paulinos ainda poderão utilizar as dependências do clube para treinar, desde que individualmente e conforme as recomendações da equipe médica. A sede social foi fechada.

O Santo André, clube de melhor campanha nas dez rodadas realizadas do Paulista, também liberou todos os seus jogadores, assim como Mirassol e Novorizontino. O Ituano se reúne nesta terça-feira (17) para discutir os próximos passos.

“A orientação é nesse sentido, colocar o cadeado no clube”, afirmou o presidente do Red Bull Bragantino, Marco Abi Chedid. “Terá que ter um momento de preparação de volta aos gramados dos jogadores, dar um prazo para eles se readequarem fisicamente para competir. Reúne os atletas, treina e depois de 15 dias recomeça a competição”, sugeriu.

Não há até o momento nenhum indicativo de como ou quando a federação pretende retomar o torneio, tampouco se isso irá afetar de alguma forma os valores pagos por patrocinadores, cotas de televisão ou os contratos de trabalho dos atletas.

A suspensão dos estaduais ta

 » Read More

Report

What do you think?

Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Loading…

0
‘the-voice’-recap:-blake-shelton-admits-he’s-willing-to-bet-his-final-season-18-addition-wins-it-all

‘The Voice’ Recap: Blake Shelton Admits He’s Willing To Bet His Final Season 18 Addition Wins It All

Chia sẻ kinh nghiệm soi kèo nhận định kèo mới nhất