Neymar, Philippe Coutinho, Gabriel Jesus, Richarlison, Willian, Roberto Firmino.

Esses são os homens de frente que jogam na Europa e têm tido espaço com Tite na seleção brasileira.

A temporada 2019/2020 vai chegando ao fim, em meio à pandemia de coronavírus, e nenhum deles alcançou o topo da lista de artilheiros nos campeonatos nacionais que disputam.

No caso de Neymar, o Campeonato Francês nem chegou ao fim. Foi encerrado faltando um quarto das partidas a serem jogadas, devido à questão sanitária.

No momento da interrupção, Mbappé, companheiro de Neymar no PSG (que foi declarado campeão), e Ben Yedder, do Monaco, tinham 18 gols e eram os principais goleadores da Ligue 1. O mais badalado futebolista brasileiro somava 13.

Philippe Coutinho, emprestado pelo Barcelona ao Bayern de Munique, marcou oito vezes na Bundesliga. O artilheiro do certame, o polonês Lewandowski, seu colega de time, fez 34, ou três vezes mais (e ainda dois gols de sobra).

Gabriel Jesus (Manchester City), Richarlison (Everton) e Roberto Firmino (Liverpool) atuam na Inglaterra, cuja Premier League terminou no domingo (26). Quem mais gols fez, dos três, foi Jesus: 14 –um acima de Richarlison e cinco a mais que Willian e Firmino. A artilharia ficou com Vardy, do Leicester, 23 bolas nas redes rivais.

Gabriel Jesus marcou 14 gols pelo Manchester City na Premier League, mas não chegou perto de ser o principal artilheiro da competição (Will Oliver – 5.jul.2020/Reuters)

Querer que um brasileiro esteja no cume em uma liga de ponta na Europa é exigir demais?

Pode-se dizer que sim. É tarefa bem difícil chegar lá. Citarei os mais recentes.

Os fora de série Ronaldo Fenômeno (com o Barcelona, 34 gols em 1996/97, e com o Real Madrid, 24 gols em 2003/04) e Romário (com o Barcelona, 30 gols em 1993/94) conseguiram na Espanha.

Na Itália, Amoroso esteve no topo da tábua de goleadores (22 gols) em 1998/99, defendendo a Udinese.

Na Alemanha, Grafite jogava pelo Wolfsburg quando marcou 28 vezes em 2008/09, e, na França, Nenê (hoje no Fluminense) fez 21 gols com a camisa do PSG em 2011/12.

Na Inglaterra, jamais um brasileiro terminou como o atleta que mais gols fez em um campeonato nacional.

Fora das cinco principais praças futebolísticas, contudo, o Brasil registrará um artilheiro, e inédito, nesta temporada.

E não será em um campeonato irrelevante, mas no de Portugal, que ocupa o segundo escalão em importância, ao lado da Eridivisie (Holanda).

O nome dele é Carlos Vinícius. Ele tem 25 anos, defende o Benfica, um dos grandes portugueses, e será comandado em breve por Jorge Jesus, ex-Flamengo.

A conquista do camisa 95 veio quase em cima da hora, e com a ajuda do VAR (árbitro assistente de vídeo).

Na derradeira partida da competição –que teve o Porto como campeão–, o Benfica empatava com o Sporting por 1 a 1 no clássico de Lisboa até os 42 minutos do segundo tempo.

 » Read More

No Comments
Comments to: Carlos Vinícius, o brasileiro artilheiro na temporada

Trending Stories

Scope of Fashion Industry Fashion has consistently been recognised to push the limits. With new ideas and trends, fashion has a focus on the future. The fashion industry will see enormous innovation in the upcoming years as modern technology, and changing customer demands and trends will transform the industry. With such stimulation and competition, the […]
close

Log In

Or with username:

Forgot password?

Don't have an account? Register

Forgot password?

Enter your account data and we will send you a link to reset your password.

Your password reset link appears to be invalid or expired.

Log in

Privacy Policy

Add to Collection

No Collections

Here you'll find all collections you've created before.

Login