O elenco do Santos busca um acordo imediato com a diretoria do clube devido a divergências no valor do corte de salários em meio à crise provocada pela pandemia da Covid-19. Ainda sem respostas, os atletas não descartam a possibilidade de acionar a Justiça, embora não desejem adotar a medida por enquanto.

Os jogadores afirmam que, depois de negociações com a diretoria, abriram mão de 30% dos seus vencimentos referente aos meses de abril, maio e junho. Na última quinta-feira (7), porém, eles foram surpreendidos na véspera da data de pagamento com a informação de que a redução seria ampliada para 70%.

O clube fez o depósito somente nesta terça-feira (12) e defende que o corte real é de 35%, não de 70%, porque metade do desconto será devolvido nos meses seguintes para os jogadores. Não está claro de que forma isso será feito.

A justificativa da diretoria do clube, presidido por José Carlos Peres, é que a redução nesse patamar se faz necessária para evitar a demissão de funcionários com salários de até R$ 6,1 mil, que são 80% do quadro total. Estes não sofrerão reajustes.

Um acordo de 30% de desconto nos salários dos jogadores teria sido sacramentado entre as partes no dia 9 de abril. Além disso, eles também abriram mão de mais R$ 6 mil mensais para serem repassados a outros funcionários do clube.

“Gostaria de avisá-los que hoje entrará o salário de março integralmente. Também, o aceite da proposta de 30% para o mês de abril”, disse o diretor de futebol, William Thomas, no grupo de WhatsApp que reúne integrantes do elenco. “Solicito aqui o de acordo de vocês com relação ao acordado acima, para que possamos dar seguimento na homologação”, completou.

Na véspera do pagamento de abril, Thomas enviou nova mensagem: “Como ainda não há um acordo com os atletas profissionais, nem por meio do sindicato correspondente, após conversas com o grupo de capitães o clube decidiu realizar o depósito possível”.

A mensagem causou revolta entre os atletas, que também reclamam por não terem sido procurados diretamente por Peres. O volante Carlos Sánchez, que tem sido o porta-voz do elenco na negociação, afirma ter sido ignorado pelo presidente.

Os jogadores foram orientados pelos seus procuradores e advogados a não concord

 » Read More

No Comments
Comments to: Jogadores do Santos podem ir à Justiça após corte de 70% no salário

Trending Stories

Scope of Fashion Industry Fashion has consistently been recognised to push the limits. With new ideas and trends, fashion has a focus on the future. The fashion industry will see enormous innovation in the upcoming years as modern technology, and changing customer demands and trends will transform the industry. With such stimulation and competition, the […]
close

Log In

Or with username:

Forgot password?

Don't have an account? Register

Forgot password?

Enter your account data and we will send you a link to reset your password.

Your password reset link appears to be invalid or expired.

Log in

Privacy Policy

Add to Collection

No Collections

Here you'll find all collections you've created before.

Login