Kobe Bryant, que saltou diretamente do segundo grau para uma carreira reluzente de 20 anos de duração com o Los Angeles Lakers e se tornou um dos grandes jogadores da história do basquete, foi um dos nove mortos em uma queda de helicóptero ao norte de Los Angeles, no domingo (26). Ele tinha 41 anos.

A queda também matou Gianna Bryant, 13, a segunda das quatro filhas de Kobe Bryant com sua mulher Vanessa. Eles estavam viajando da casa da família no condado de Orange, Califórnia, a Thousand Oaks, 50 quilômetros a noroeste de Los Angeles.

Gianna, que estava se tornando uma estrela do basquete juvenil, tinha um jogo naquela tarde com seu time de viagem, treinado por seu pai na Kobe Bryant’s Mamba Sports Academy.

A notícia da morte do astro previsivelmente abalou a NBA, cujos elencos atuais estão repletos de jogadores que cresceram assistindo aos jogos de Bryant, que conquistou cinco títulos com os Lakers e marcou 81 pontos em um único jogo.

Alimentado por um reservatório de autoconfiança aparentemente inesgotável, Bryant foi uma figura gigantesca praticamente desde o momento em que chegou à liga, aos 17 anos, como 13º selecionado no draft da NBA em 1996.

Filho de Joe “Jellybean” Bryant, também jogador da NBA, Kobe foi selecionado pelo Charlotte Hornets por obra de um acordo entre o time e os Lakers, e nunca tentou esconder sua ambição de superar as realizações do lendário Michael Jordan. Os Hornets haviam concordado em entrar no draft, escolher Bryant e trocá-lo com o Lakers pelo veterano pivô Vlade Divac.

Durante as 20 temporadas seguintes, Bryant foi selecionado para o All-Star game 18 vezes, conquistou o prêmio de melhor jogador (MVP) da temporada regular em 2008 e dois prêmios de MVP das finais da liga, além de seus cinco títulos.

Em meio a tudo isso, uma acusação de agressão sexual contra ele, em 2003, mudou a maneira pela qual muita gente via Bryant, ainda que ele tenha se mantido imensamente popular junto aos torcedores da NBA e especialmente entre os moradores de Los Angeles —os Lakers foram o único time pelo qual ele jogou, ainda que tivesse chegado a exigir uma troca em 2007.

A troca que fez de Bryant jogador dos Lakers foi uma manobra do então diretor geral do clube, Jerry West, que se encantou de imediato com o destemor e o talento prodigioso de Bryant.

Grande destaque no time da Lower Merion High School, nas cercanias de Filadélfia, Pensilvânia, Bryant participou de uma demonstração no Lakers antes do draft, envolvendo uma série de jogadas nos quais foi marcado por Michael Cooper, que foi um dos grandes defensores da história da NBA e na época, aos 40 anos, era treinador assistente dos Lakers.

Apenas alguns jogadores saídos do segundo grau tinham começado direto na NBA, àquela altura, e Bryant se tornaria o primeiro armador a fazê-lo. Mas West deixou a sessão de treino cedo,

 » Read More

No Comments
Comments to: Kobe Bryant tinha determinação de Jordan e sabia ignorar críticas

Trending Stories

Scope of Fashion Industry Fashion has consistently been recognised to push the limits. With new ideas and trends, fashion has a focus on the future. The fashion industry will see enormous innovation in the upcoming years as modern technology, and changing customer demands and trends will transform the industry. With such stimulation and competition, the […]
close

Log In

Or with username:

Forgot password?

Don't have an account? Register

Forgot password?

Enter your account data and we will send you a link to reset your password.

Your password reset link appears to be invalid or expired.

Log in

Privacy Policy

Add to Collection

No Collections

Here you'll find all collections you've created before.

Login