Não cheguei agora de outro planeta e respeito o calendário gregoriano, aquele mesmo promulgado por Sua Santidade, o papa Gregório 13, em 1582, e prontamente adotado pelos países católicos europeus.

Tornou-se referência global para demarcar o ano civil, e desde então sabemos exatamente a ordem dos dias, semanas e anos, inclusive os anos bissextos, como é este. Dizem que o tempo é preciso, então os calendários também deveriam sê-lo.

Muito bem. Tudo isso para dizer que, neste último dia de fevereiro, celebro o início de mais um ano, porque um outro dado desprezado pelo papa Gregório determina o movimento dessa terra que fica do lado de baixo do Equador.

Acabado o Carnaval, contamos agora com a rotina básica para fazer o ano acontecer, muito embora ocorreram fatos nesses dois primeiros meses que já seriam suficientes para determinar o fim de uma era e o início de novos bons tempos.

O marco deste ano esportivo é sem dúvida a realização dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Celebrados como a primeira edição olímpica pós agenda 20+20, Tóquio promete muitas novidades com o consagrado padrão de qualidade nipônico. O planejamento exemplar aponta para a quase perfeição. Arenas já estão prontas há meses e têm sido palco de eventos-teste, como deve ser. Há simulações que vão de controle de tráfego a evacuação em caso de acidentes naturais, como um terremoto.

Mas parece que os deuses do Olimpo querem mesmo testar esses seres imperfeitos e falíveis, afinal a perfeição e a imortalidade não foram feitas para os humanos.

Nem mesmo o mais pessimista dos organizadores poderia contar com um tipo de vida que não se enxerga a olho nu, mas que pode nocautear o melhor dos sumotoris ou dos pesos pesados da luta olímpica.
O coronavírus ronda os Jogos Olímpicos.

Isso quer dizer que a competição mais celebrada do mundo, mais ansiada pelos atletas e de maior visibilidade planetária corre o risco de ser desfigurada por uma força microscópica, destituída de consciência ou intenção. Que mundo curioso esse onde

 » Read More

No Comments
Comments to: Olimpíada pode ser desfigurada por uma força microscópica

Trending Stories

Scope of Fashion Industry Fashion has consistently been recognised to push the limits. With new ideas and trends, fashion has a focus on the future. The fashion industry will see enormous innovation in the upcoming years as modern technology, and changing customer demands and trends will transform the industry. With such stimulation and competition, the […]

Log In

Or with username:

Forgot password?

Don't have an account? Register

Forgot password?

Enter your account data and we will send you a link to reset your password.

Your password reset link appears to be invalid or expired.

Log in

Privacy Policy

Add to Collection

No Collections

Here you'll find all collections you've created before.

Login