Não faltaram superlativos nos 20 anos de carreira de Tom Brady com o New England Patriots, encerrados na terça-feira (17) quando ele anunciou que buscaria um novo time.

Seis títulos do Super Bowl. Nove títulos da conferência americana (AFC). Um histórico de 219 vitórias e 64 derrotas nos jogos em que começou como titular –ou seja, uma média de 12 vitórias e quatro derrotas por temporada.

Embora sua passagem pelos Patriots possa parecer uma sequência continuada de excelência, um ano se destaca. Em 2007, Brady fez uma das maiores temporadas na história dos quarterbacks de futebol americano e, não por coincidência, os Patriots tiveram uma das melhores temporadas da história, como time.

Em suas seis primeiras temporadas como titular dos Patriots, Brady havia estabelecido um referencial de constante sucesso: cerca de 300 passes completados por temporada, um índice de acerto de 60%. Cerca de 25 touchdowns por temporada. Pouco menos de uma interceptação por partida. Uma média ponderada de seis ou sete jardas por tentativa de passe. E muitas vitórias: 10, 12 e até 14 por temporada.

Quase todos os outros times da NFL ficariam entusiasmados com números como esses por parte de seu quarterback, mesmo sem considerar os três títulos de Super Bowl conquistados sob o comando de Brady.

Mas ele melhorou ainda mais.

Em 2007, aos 30 anos, ele passou a jogar ainda melhor e registrou números que jamais havia atingido e, em muitos casos, jamais voltaria a atingir.

Os cerca de 300 passes completados por temporada cresceram para 398. E a porcentagem de passes apanhados pelos recebedores foi ainda mais alta: 68,9%. É a única temporada da carreira de Brady em que ele liderou a NFL em porcentagem de acertos.

Os 25 passes para touchdown por temporada? Em 2007, foram 50. Era um recorde na liga, àquela altura, e continua a ser o segundo maior total de passes para touchdown completados por um quarterback em uma temporada regular, agora em companhia do total obtido por Patrick Mahomes em 2018, e cinco touchdowns abaixo da produção de Peyton Manning em 2013.

Brady jamais voltaria a completar mais de 39 passes para touchdown em uma temporada. A média ponderada de jardas por passe que ele registrou em 2007 subiu para 9,4, a melhor média da liga e mais um número que ele jamais repetiria em sua carreira.

Os números espantosos que Brady registrou em 2007 também marcaram uma mudança em seu domínio técnico. D

 » Read More

No Comments
Comments to: Tom Brady teve 20 anos de excelência, mas 2007 definiu sua grandeza

Trending Stories

Scope of Fashion Industry Fashion has consistently been recognised to push the limits. With new ideas and trends, fashion has a focus on the future. The fashion industry will see enormous innovation in the upcoming years as modern technology, and changing customer demands and trends will transform the industry. With such stimulation and competition, the […]
close

Log In

Or with username:

Forgot password?

Don't have an account? Register

Forgot password?

Enter your account data and we will send you a link to reset your password.

Your password reset link appears to be invalid or expired.

Log in

Privacy Policy

Add to Collection

No Collections

Here you'll find all collections you've created before.

Login