O ex-jogador Paulo César Tinga, 42, confirmou que esteve com Jair Bolsonaro (sem partido) nesta terça-feira (24), em Brasília, antes do discurso em que o presidente contrariou as recomendações dos órgãos de saúde e criticou o isolamento em razão da pandemia do coronavírus.

Porém, segundo o ex-volante de Internacional e Cruzeiro, a conversa com Bolsonaro tratou apenas de “amenidades” e não teve qualquer cunho político.

Tinga diz que foi à capital do país a convite de Onyx Lorenzoni, ministro da Cidadania e torcedor do Inter, depois de terem conversado há cerca de duas semanas sobre “futebol e questões sociais”.

Após a conversa com o ministro, Lorenzoni levou o ex-jogador ao gabinete presidencial, onde foi apresentado a Bolsonaro. Mais tarde, o presidente fez um pronunciamento em cadeia nacional para criticar as medidas adotadas no controle da pandemia.

Confira a nota de Tinga na íntegra:

“Estou vindo a público para esclarecer sobre a notícia de que participei de uma reunião em Brasília para colaborar no discurso do presidente Jair Bolsonaro.

Há duas semanas recebi uma ligação do ministro da Cidadania Onyx Lorenzoni que queria conversar sobre futebol e questões soci

 » Read More

close

Log In

Or with username:

Forgot password?

Don't have an account? Register

Forgot password?

Enter your account data and we will send you a link to reset your password.

Your password reset link appears to be invalid or expired.

Log in

Privacy Policy

Add to Collection

No Collections

Here you'll find all collections you've created before.

Login