A volta do Campeonato Paulista a partir da próxima quarta-feira (22) atende à vontade da federação estadual e dos clubes, que poderão voltar a receber as verbas de televisionamento dos jogos. Mas o retorno será com gosto amargo para torcedores acostumados a ver quase todas as partidas nos estádios.

A retomada do futebol em São Paulo durante a pandemia da Covid-19 fará com que os jogos sejam disputados sem a presença de público, como tem acontecido na maior parte do mundo.

“Os jogos sem torcida são muito frios. Você vê as partidas e sabe que falta alguma coisa. A essência está perdida. O torcedor, na cabeça dele, acredita que o time joga melhor se estiver perto dele. É parte do espetáculo”, afirma o engenheiro Valdir de Moura Júnior, 46, conhecido como Júnior Curitiba.

Organizador de uma torcida do Santos na capital paranaense, ele hoje mora em Balneário Camboriú (SC). Isso não o impede de viajar pelo Brasil e para o exterior acompanhando a equipe.

Agora os planejamentos para pegar um avião no fim da tarde, desembarcar em São Paulo para ver a partida no Pacaembu ou na Vila Belmiro e voltar no primeiro voo do dia seguinte estão suspensos.

O grande temor de Júnior é comum a outros torcedores ouvidos pela Folha. Não poder ir ao estádio nas próximas semanas será triste, mas o problema maior para eles é a falta de perspectivas sobre quando isso voltará a ser possível.

“Acho que não vai voltar a ter torcida tão cedo, e estou muito incomodada com isso. Era minha distração, uma forma de extravasar”, afirma a palmeirense Priscila de Castro Fonseca, 32. Ela é frequentadora assídua do Allianz Parque e do antigo Palestra Itália desde 2009.

“Estão falando do campeonato [Brasileiro] inteiro sem torcida. Meu Deus do céu! Isso está mexendo com a minha cabeça. Precisa abrir, cara!”, se desespera Luís Butti, 38, que acompanha o Corinthians desde 1992 em São Paulo, no Brasil, na América do Sul e que também esteve no Japão no Mundial de Clubes de 2012.

Butti hoje em dia é guia do tour da Arena Corinthians e faz parte das atividades pré-jogo no estádio, que receberá na quarta, pela primeira vez, o clássico contra o Palmeiras com as arquibancadas vazias. Para reivindicar a presença dos torcedores, ele usa um argumento esportivo.

Iniciar o Campeonato Brasileiro, previsto para 9 de agosto, com os portões fechados e abri-los durante a competição poderia provocar um desequilíbrio.

“O dérbi [contra o Palmeiras] no Brasileiro será logo nas primeiras rodadas do primeiro turno. Então na Arena vai ser fechado e no segundo turno, no Allianz, vai ser aberto? Isso não é equilíbrio. Essa expectativa de ter um Brasileiro e Copa do Brasil

 » Read More

No Comments
Comments to: Futebol sem torcedores não anima os que batem ponto nos estádios

Trending Stories

Scope of Fashion Industry Fashion has consistently been recognised to push the limits. With new ideas and trends, fashion has a focus on the future. The fashion industry will see enormous innovation in the upcoming years as modern technology, and changing customer demands and trends will transform the industry. With such stimulation and competition, the […]
close

Log In

Or with username:

Forgot password?

Don't have an account? Register

Forgot password?

Enter your account data and we will send you a link to reset your password.

Your password reset link appears to be invalid or expired.

Log in

Privacy Policy

Add to Collection

No Collections

Here you'll find all collections you've created before.

Login