​Kobe Bryant, astro americano do basquete que inspirou incontáveis outros atletas e morreu neste domingo (26) aos 41 anos, após um acidente de helicóptero na Califórnia, cresceu assistindo a um brasileiro jogar.

Foi Oscar Schmidt quem serviu de modelo para um jovem Kobe nas décadas de 1980 e 1990, antes de seu debute na NBA, em 1996.

O ídolo do Los Angeles Lakers passou a infância na Itália, quando se acostumou a ver seu pai, Joe, que também foi jogador profissional, enfrentar o brasileiro pelos times locais.

Na época, era comum que Oscar fizesse mais de 30 pontos por noite. Os movimentos precisos, apesar da altura (2,06 m), inspiraram Kobe, que dizia querer ser um arremessador tão bom quanto o brasileiro.

“Ele vai ser sempre um menininho. Tinha sete anos quando me via jogar. Entrava em quadra [para brincar] no All-Star Game [da liga italiana] e era difícil tirar ele de lá. Ele me falou de um episódio em um All-Star [de 1988] que eu venci e acertei 19 cestas seguidas. Ele ficou estarrecido com aquilo”, relembrou Oscar aos risos em 2013.

A reportagem tentou contato com o brasileiro para comentar a morte do astro, mas não conseguiu até a publicação deste texto.

Em comum, os dois possuíam uma vontade insaciável pela bola. A “mamba mentality” de Kobe (como ele chamava a vontade de sempre aprimorar seu próprio trabalho, independentemente das condições) tinha muito a ver com o jogo do Mão Santa, cuja fome por arremessos era justificada pelo desejo inabalável de acertar sempre.

Não à toa, quando seus companheiros de equipe pegavam um rebote, a instrução era clara: passar novamente para Kobe, o quarto maior cestinha da NBA  â€”ultrapassado um dia antes de morrer por LeBron James.

Em 2013, quando Oscar e Kobe se encontraram em um evento em São Paulo, o astro dos Lakers rasgou elogios ao brasileiro, para quem até criou um apelido: “Quando eu estava crescendo, assistia a ele jogar na Itália, ele jogava contra o meu pai e era demais. Eu nem conhecia ele por Oscar, sempre o chamei de La Bomba”.

O brasileiro não era muito conhecido nos Estados Unidos, mas nem por isso deixou de marcar desde cedo a vida de um dos maiores jogadores de basquete do mundo. Kobe contava para os amigos sobre Os

 » Read More

No Comments
Comments to: Kobe Bryant reverenciou Oscar Schmidt e criou apelido para o brasileiro

Trending Stories

Scope of Fashion Industry Fashion has consistently been recognised to push the limits. With new ideas and trends, fashion has a focus on the future. The fashion industry will see enormous innovation in the upcoming years as modern technology, and changing customer demands and trends will transform the industry. With such stimulation and competition, the […]

Log In

Or with username:

Forgot password?

Don't have an account? Register

Forgot password?

Enter your account data and we will send you a link to reset your password.

Your password reset link appears to be invalid or expired.

Log in

Privacy Policy

Add to Collection

No Collections

Here you'll find all collections you've created before.

Login