O Flamengo conquistou nesta quarta-feira (15) o seu 36º título do Estadual do Rio ao vencer o Fluminense, no Maracanã, por 1 a 0. O gol foi marcado por Vitinho, já nos acréscimos do confronto.

A equipe rubro-negra tinha a vantagem da igualdade no placar após ter vencido a primeira partida por 2 a 1, mas pressionou o rival e saiu vitorioso.

O confronto teve o Flamengo como dono da maioria das ações em campo. Já o rival, que precisava reverter o resultado do duelo de ida, pouco se arriscou. O time teve duas chances de tirar o zero do placar em rápidos contra-ataques, desperdiçados pelo atacante Marcos Paulo, mas jogou na defesa em boa parte da final.

O jogo desta quarta encerrou uma edição bastante contestada da competição e repleta de confusões envolvendo clubes, federação (Ferj), governos, órgãos de saúde e empresas de mídia.

Quando a competição foi reiniciada após a pausa provocada pela pandemia, no dia 18 de junho, Fluminense e Botafogo não queriam voltar, por entender que o contágio ainda estava próximo do pico e que não haveria segurança para os envolvidos.

Prevaleceu a vontade de Flamengo, Vasco, federação e demais equipes. Os rubro-negros foram os primeiros a entrar em campo, contra o Bangu. Venceram por 3 a 0 no Maracanã no mesmo dia em que o estado do Rio de Janeiro passou a marca de 8.400 mortes por Covid-19, registrando o terceiro maior número de óbitos (274) em 24 horas desde o início da pandemia.

Na sequência, os jogos chegaram a ser suspensos pela Prefeitura do Rio, atendendo parcialmente aos pedidos de Fluminense e Botafogo, mas retomados a partir do dia 28. Jogadores tricolores e alvinegros protestaram ao entrar em campo.

Alguns clubes registraram casos de coronavírus antes de partidas e afastaram atletas, como a própria dupla Fla-Flu na sequência dos três embate decisivos. Não houve, porém, grandes surtos em equipes da competição que inviabilizassem a realização dos jogos, como ocorreu na retomada do Catarinense.

Teve, por outro lado, muita confusão relacionada aos direitos de transmissão das partidas, a partir da Medida Provisória 984, publicada pelo governo Jair Bolsonaro (sem partido) também no dia 18 de junho.

Ela passou a determinar que os direitos de exibir o jogo ou negociar sua transmissão pertencem ao clube mandante do confronto, e não aos dois envolvidos nele, co

 » Read More

No Comments
Comments to: Flamengo é campeão de Estadual marcado por pandemia e confusões

Trending Stories

Scope of Fashion Industry Fashion has consistently been recognised to push the limits. With new ideas and trends, fashion has a focus on the future. The fashion industry will see enormous innovation in the upcoming years as modern technology, and changing customer demands and trends will transform the industry. With such stimulation and competition, the […]

Log In

Or with username:

Forgot password?

Don't have an account? Register

Forgot password?

Enter your account data and we will send you a link to reset your password.

Your password reset link appears to be invalid or expired.

Log in

Privacy Policy

Add to Collection

No Collections

Here you'll find all collections you've created before.

Login